Decoração Shabby Chic

Moda por Nanda
3/out
2013

Sabe aquela estilo de decoração bem feminina, em tons clarinhos, com detalhes elegantes, mas meio desgastados? Essa decoração é conhecida como Shabby Chic e eu ADORO ()!
Mas calma aí, Shabby-What-Hãm?!

Vamos começar com uma breve aulinha de história… Foi a revista The World of Interiors que chamou pela primeira vez de Shabby Chic uma tendência que estava bombando nas casas da Grã-Bretanha em 1980. “Shabby” significa desgastado, mas apresentado de uma forma elegante, daí o motivo do “Chic”. Naquela época, em meio a uma crise econômica danada, sem muito dinheiro para reformas, várias pessoas começaram a recorrer aos objetos antigos como recurso barato e charmoso para decorar suas casas de campo. Não demorou muito para o estilo suave e bucólico chegar aos centros urbanos. De repente, as típicas feiras de antiguidades se tornaram lugares ideais para garimpar achadinhos. Foi no meio das barraquinhas que a jovem Rachel Ashwell começou a treinar seu olhar e se apaixonar por esse tipo de decoração.

Rachel abandonou o colégio ainda adolescente para ajudar seus pais que trabalhavam como negociante de livros raros e restauradora de brinquedos nas feirinhas de rua em Cambridge, Inglaterra. Quando resolveu se mudar para os Estados Unidos, foi a hora de transformar sua paixão em money business ($$$). Ela patenteou o nome e abriu sua primeira loja de decoração em 1989 – The Shabby Chic Couture – em Santa Monica, Califórnia com uma curadoria variada de antiguidades garimpadas. O sucesso foi tão grande que as peças originais esgotavam logo e ela decidiu complementar com sua própria linha de móveis, tecidos, enfeites e tudo mais que você pode imaginar inspirada no melhor shabby-chic-way-of-life. O conto de fadas inclui ainda dezenas de livros publicados, um programa de TV no canal E! e espalhar lojas pelos EUA e Inglaterra. Ela pode não ter criado, mas soube difundir o estilo em proporções continentais e com muito bom gosto, merecendo definitivamente o posto de rainha do shabby chic!

Em 2009, no meio de outra crise econômica, os negócios balançaram a ponto de quase declarar falência. Ainda bem que surgiu um investidor para ajudar no reposicionamento da marca e do estilo. Atualmente, o número de lojas foi reduzido, mas ainda faz o maior sucesso entre as pessoas que procuram uma decoração charmosa e estilosa. Para comemorar, Rachel inaugurou um hotel maravilhoso chamado The Prairie no Texas e tbém escreve um blog com dicas de viagens e decoração.

Mesmo depois de 30 anos, o Shabby Chic continua super atual, pois remete a uma atmosfera romântica, presonalizada e, claro, sustentável. A tendência já migrou para outros ambientes como festas de aniversário e casamentos com decorações extremamente acolhedoras e sofisticadas. Vou dividir algumas dicas com você que tbém se encantou e deseja um espacinho desse jeito…

A paleta de cores é composta por tons pastel e muito branco. Em geral, é uma combinação de tons de baixo contraste e muita luminosidade, perfeito para criar uma sensação de aconchego e tranquilidade.

As estampas delicadas de florais e geométricos tbém são um charme e aparecem bastante nos tecidos decorativos aplicados em almofadas, cortinas e roupas de cama. Botões, rendas e fitas são usados como acabamento para reforçar o toque artesanal e chiquetoso.

O prateado é o metalizado mais usado porque harmoniza melhor com as cores suaves. Mas nada brilhante, quanto mais oxidado, melhor! O dourado aparece pouquinho, normalmente fosco e envelhecido.

A prataria pode ganhar novas finalidades como, por exemplo, açucareiros, leiteiras e chaleiras viram vasinhos para flores, plantinhas e temperos. Aliás, as flores surgem em arranjos mimosos espalhados por vários cantinhos. Rosas e hortênsias são os tipos favoritos desse estilo, junto com suculentas e minicactos.

Bandejas de prata, espelhos enferrujados, mesas de madeira descascada são muito comuns para compor a decô. Vale pesquisar por peças únicas, especialmente se estiver viajando. Recordação fofa!

Pátina, verniz envelhecido e lixagem são recursos utilizados para criar ou ressaltar efeitos desgastados em objetos e móveis de ferro ou madeira. Tecidos naturais e rústicos tbém podem ser tingidos com chá para atingir esse efeito.

Muitas marcas produzem linhas de produtos com essa pegada, mas lembre-se que reunir peças originais com história é um jeito bacana de deixar a casa do seu jeitinho.

Se você gostou do Shabby Chic, mas ainda está tímida para apostar forte no estilo, que tal começar com a decoração de uma mesa? Com apenas alguns acessórios, criatividade e algumas inspirações, dá para fazer uma mesa linda para receber os amigos e a família em diferentes ocasiões. Certeza que todos vão adorar o carinho!

O especial dessa decoração é criar ambientes elegantes, mas casuais, mesclando diversas peças de família ou garimpadas em feirinhas, antiquários ou brechós, com outras peças sofisticadas e modernas. Os ambientes podem parecer simples e despojados, mas é a riqueza de detalhes que os tornam tão encantadores.

O que você achou do estilo de decoração Shabby Chic? IN ou OUT?!

Posts Relacionados:

4 Comentários

  1. Acho lindo, mas pra ficar bom tem que ser o comodo todo bem organizado dessa forma, pra nao parecer que realmente suas coisas estao caindo aos pedaços hahuahaua

    To sorteando uma paleta de 168 coresde sombra no blog, é só clicar na foto da sidebar e seguir as regras, vem?

    Beijinhos,

    BLOG
    FAN PAGE

    • Nanda
      Nanda comentou:

      Oi Monique,

      Verdade, por isso acho que a escolha dos tons pastel evita que tudo pareça decadente. Dá um clima fresh e clean!

      Opa! Vou participar do seu sorteio, adoro make up!!!

      Beijos

  2. Pingback: Shabby Chic | Gabriela Furquim

    • Nanda
      Nanda comentou:

      Obrigada Gabi pelos créditos! =)
      E parabéns pelo blog!
      Beijos

Deixe o seu comentário:

*obrigatório